Seguidores amigos

domingo, 18 de julho de 2010

A Parábola do Joio




(Mateus 13: 24-30)

24. Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeia a boa semente no seu campo;
25. Mas, dormindo os homens, veio o seu inimigo, e, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se.
26. E, quando a erva cresceu e frutificou, apareceu também o joio.
27. E os servos do pai de família, indo ter com ele, disseram-lhe: Senhor, não semeaste tu, no teu campo, boa semente? Por que tem, então, joio?
28. E ele lhes disse: Um inimigo é quem fez isso. E os servos lhes disseram: Queres pois que vamos arrancá-lo?
29. Ele, porém, lhes disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis também o trigo com ele.
30. Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro. 


Jesus um pouco mais adiante nos ensina que o campo é o mundo (Mt 13:38). E no mundo, os servos de Deus (Trigo) convivem com pecadores (Joio).
Contudo, a vontade soberana do Senhor é salvar a todos (1ª Tm. 2:3-6) e do inimigo é matá-los antes que tenham oportunidade de conhecer a Deus.
Ainda há tempo para ganharmos o mundo (Joio) para Jesus Cristo e através da fé e do poder do  Espírito Santo de Deus serem transformados em Trigo. Aqueles que não O aceitarem ou não se firmarem, o próprio Deus os julgará! (1ª Coríntios 5:13).
Mas, quando o Joio se faz presente no corpo de Cristo, na noiva do Senhor, na igreja; a situação requer uma atitude diferente. 
O joio neste caso, precisa ser imediatamente arrancado para que não traga problemas posteriores à congregação (1ª Coríntios 5:3-5,7,11).
Jesus Cristo, critica gravemente a igreja em Tiatira por tolerar pecadores como Jezabel (Ap. 2:20)  e podemos rever novamente o conceito entre o tratamente correto entre a igreja e o mundo em 1ª Co 5: 13. 


"Os de fora, porém, Deus os julgará. Expulsai, pois, de entre vós o malfeitor"



Mas sabemos realmente quem é  Joio e quem é  trigo?
Como discernir ambos?

Aprendendo, primeiro, que para discernir o que é espiritual do que não é, precisamos orar assim como em Cl 1:9 e em Ef 1:17, pedindo a Deus que nos encha com o conhecimento de sua vontade e com toda a sabedoria, revelação e compreensão que o Espírito de Deus dá.
 
Segundo: amando mais as coisas de Deus e rejeitando totalmente o que é do mundo. 

Terceiro: Tornar-se um apaixonado pelas Escrituras Sagradas. Estudá-la de dia e de noite. Fortalecer-se através da Palavra do Senhor.
 
Quarto: esvaziando-se de si mesmo e enchendo-se de maneira transbordante com o Espírito Santo de Deus (1ª Co 2:15 e At 1:8).

Quinto: Tendo a mente do Senhor Jesus Cristo (1ª Co 2:16)

Sexto: Cuidando uns dos outros para que não sejamos tratados ou confundidos como joio. 
(Mt. 13: 49 e 50).

Sétimo: Tendo a consciência de que Jesus Cristo é a pedra fundamental da nossa vida cristã e somente por meio dEle não seremos confundidos. (Salmos 34:5) "Olhai para ele, e sede iluminados; e os vossos rostos jamais serão confundidos". 

Assim sendo, aprenderemos que a nossa fé e todo discernimento apoiar-se-ão no poder de Deus pois: " a unção que vós recebestes d'Ele, fica em vós, e não tendes necessidade de que algum vos ensine, mas como a sua unção vos ensina todas as coisas, e é verdadeira, e não é mentira, como ela vos ensinou, assim nele permanecereis". (1ª Jo 2:27).

Nenhum comentário:

Jesus te ama e eu também!

Jesus te ama e eu também!

Em qual posição você se encontra na imagem abaixo?

Em qual posição você se encontra na imagem abaixo?
No altar? Em santidade! Ajoelhado, próximo ao altar? Em santidade! Em pé na igreja? Solte a cadeira e adore! Sentado? Levante-se e adore ao Senhor! Indiferente? O joio não adora a Deus! Você acha que não está representado no desenho? Cuidado! Você pode estar do lado de fora!